Os diários de Emily, the strange

Personagem gtica criada na dcada de 1990 como grife virou moda, livro e adaptao para o cinema

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ela tem 13 anos, se veste de preto, não sorri, está sempre acompanhada por quatro gatos pretos, não segue ninguém a não ser ela mesma e sua frase favorita é Get Lost!. Essa é Emily, a protagonista do recém-lançado Os dias perdidos (Galera Record), que está saindo no Brasil. A personagem gótica Emily the Strange foi criada na década de 1990 para uma grife de produtos para skatistas. Tornou-se tão popular que migrou da publicidade para os livros e ganhou vida própria, conquistando fã em todo o mundo.

Emily é uma criação de Rob Reger e do artista Buzz Parker e ocupa no cenário dos comics um lugar reservado aos personagens ícones da contracultura. Na época, Reger tinha uma loja de camisetas para skatistas na Califórnia e Emily era apenas uma imagem que ilustrava itens de consumo. Até que o retrato dela e a frase Get Lost!, sua frase preferida, passou a ser estampada em camisetas e Emily ganhou vida em livros da editora Dark Horse, que publicou uma minissérie estrelada por ela. E chegará logo aos cinemas – a atriz Chloe Moretz irá interpretá-la na adaptação que está sendo filmada nos EUA.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email