Padilha diz que Jucá não patenteou a frase que atribuiu a Lula

Em mais uma demonstração de cinismo, José Padilha, responsável pela série de fake News O Mecanismo, lançada na semana passada pela Netflix, tentou justificar uma das várias manipulações da série: quando ele coloca a célebre frase sobre a necessidade de "estancar a sangria", proferida por Romero Jucá, na boca do ex-presidente Lula; "Jucá e Lula não patentearam as expressões idiomáticas que por ventura utilizaram em falcatruas. A língua portuguesa ainda não foi surrupiada. Ainda", ironizou; protestos sobre as mentiras espelhadas pela produção não param de crescer

Padilha diz  que Jucá não patenteou a frase que atribuiu a Lula
Padilha diz que Jucá não patenteou a frase que atribuiu a Lula

247 - Diante da repercussão negativa das fake news da série O Mecanismo, que manipula os fatos da Lava Jato para incriminar o PT, o diretor da série, José Padilha, usa ironias para tentar se justificar.

Em entrevista ao jornal Estado de S.Paulo, ele afirma que Romero Jucá, gravado falando na necessidade de "estancar a sangria" da operação em um "grande acordo nacional", não patenteou a frase polêmica. 

Na produção da Netflix, Padilha colocou a frase como sendo dita pelo ex-presidente Lula: "Jucá e Lula não patentearam as expressões idiomáticas que por ventura utilizaram em falcatruas. A língua portuguesa ainda não foi surrupiada".

Revolta de usuários em todo o Brasil tem levado a um boicote da Netflix por conta da série. Pablo Villaça e o ator José de Abreu estão entre os que anunciaram publicamente ter cancelado o serviço.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247