Palmério Dória: ‘Moro, Carolina Lebbos e Globo decidiram que este é o País do Pode-Tudo’

O jornalista e escritor Palmério Dória afirmou que Sérgio Moro, a juíza Carolina Lebbos e a família Marinho, dona da Globo, "criaram o clima para os tiros disparados contra os trabalhadores e movimentos sociais acampados em Curitiba. Eles decidiram que este é o País do Pode-Tudo. O país está "polarizado". Eles com os canhões. Nós com o estilingue"

O jornalista e escritor Palmério Dória afirmou que Sérgio Moro, a juíza Carolina Lebbos e a família Marinho, dona da Globo, "criaram o clima para os tiros disparados contra os trabalhadores e movimentos sociais acampados em Curitiba. Eles decidiram que este é o País do Pode-Tudo. O país está "polarizado". Eles com os canhões. Nós com o estilingue"
O jornalista e escritor Palmério Dória afirmou que Sérgio Moro, a juíza Carolina Lebbos e a família Marinho, dona da Globo, "criaram o clima para os tiros disparados contra os trabalhadores e movimentos sociais acampados em Curitiba. Eles decidiram que este é o País do Pode-Tudo. O país está "polarizado". Eles com os canhões. Nós com o estilingue" (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O jornalista e escritor Palmério Dória afirmou que Sérgio Moro, a juíza Carolina Leboos e a família Marinho, dona da Globo, "criaram o clima para os tiros disparados contra os trabalhadores e movimentos sociais acampados em Curitiba. Eles decidiram que este é o País do Pode-Tudo. O país está "polarizado". Eles com os canhões. Nós com o estilingue".

Moro condenou o ex-presidente sem provas no processo do triplex em Guarujá (SP). Inclusive, em setembro de 2016, quando o Ministério Público Federal (MPF) apresentou a denúncia, o procurador Henrique Pozzobon afirmou que não havia "prova cabal" de que Lula era o proprietário do imóvel. Depois, em janeiro deste ano (2018), a Justiça do Distrito Federal determinou a penhora dos bens da empreiteira OAS, dentre eles o apartamento que a Operação Lava Jato atribuiu a Lula.

Sobre a juíza Carolina Lebbos, vale ressaltar que a magistrada tem proibido visitas ao ex-presidente e a Rede Globo apoiou o golpe contra Dilma Rousseff, inocentada pela perícia do Senado e pelo Ministério Público, além de contribuir de forma significativo para a perseguição judicial ao ex-presidente Lula, preso em que houvesse o esgotamento de todos os recursos judiciais, o que fere a Constituição Federal.

Conheça a TV 247

Mais de Cultura

Ao vivo na TV 247 Youtube 247