Paulo Coelho ironiza o Brasil pós-golpe: melhor, só na Coreia do Norte

O escritor Paulo Coelho resumiu, de forma irônica, o Brasil pós-golpe, juntando os fatos mais recentes do noticiário; de um lado, os procuradores se concedem um reajuste salarial 450% superior à inflação; no Executivo, o governo traça um plano para afastar servidores por seis anos, enquanto Michel Temer segue encurralado pela corrupção; "melhor, só na Coreia do Norte", pontuou; recentemente, Paulo Coelho também escreveu que o único crime hediondo no Brasil parece ser a pedalada fiscal

O escritor Paulo Coelho resumiu, de forma irônica, o Brasil pós-golpe, juntando os fatos mais recentes do noticiário; de um lado, os procuradores se concedem um reajuste salarial 450% superior à inflação; no Executivo, o governo traça um plano para afastar servidores por seis anos, enquanto Michel Temer segue encurralado pela corrupção; "melhor, só na Coreia do Norte", pontuou; recentemente, Paulo Coelho também escreveu que o único crime hediondo no Brasil parece ser a pedalada fiscal
O escritor Paulo Coelho resumiu, de forma irônica, o Brasil pós-golpe, juntando os fatos mais recentes do noticiário; de um lado, os procuradores se concedem um reajuste salarial 450% superior à inflação; no Executivo, o governo traça um plano para afastar servidores por seis anos, enquanto Michel Temer segue encurralado pela corrupção; "melhor, só na Coreia do Norte", pontuou; recentemente, Paulo Coelho também escreveu que o único crime hediondo no Brasil parece ser a pedalada fiscal (Foto: Leonardo Attuch)

247 – O escritor Paulo Coelho, um dos autores mais vendidos em todo o mundo, tem sido uma das vozes mais críticas ao atual contexto brasileiro, que segue com um governo rejeitado por 95% da população, segundo pesquisa Ipsos divulgada ontem, sem esboçar qualquer capacidade de reação.

Em seu Twitter, Coelho resumiu, de forma irônica, o Brasil pós-golpe, juntando os fatos mais recentes do noticiário.

De um lado, os procuradores se concedem um reajuste salarial 450% superior à inflação, com o aumento de 16% que igual seus salários aos do ministros do Supremo Tribunal Federal.

No Executivo, o governo traça um plano para afastar servidores por seis anos, enquanto Michel Temer segue encurralado pela corrupção – é o primeiro ocupante da presidência formalmente denunciado, em toda a história do Brasil.

"Melhor, só na Coreia do Norte", pontuou o escritor.

Recentemente, Paulo Coelho também escreveu que o único crime hediondo no Brasil parece ser a pedalada fiscal – pretexto usado no impeachment sem crime de responsabilidade contra a presidente legítima Dilma Rousseff.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247