Pola, a enfant terrible

Escritora argentina forjada na tradio da literatura fantstica incorpora novas tecnologias e criticas cidas esquerda de seu pas em seu bem sucedido romance de estreia, As Teorias Selvagens

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Natália Rangel_247 – A escritora argentina Pola Oloixarac, 33 anos, é um dos mais novos nomes a ganhar destaque na literatura contemporânea de seu país, com direito a elogios do prestigiado escritor Ricardo Piglia. Pola surgiu como a enfant terrible nacional ao lançar o seu romance As Teorias Selvagens (Benvirá), traduzido para oito países e que lhe rendeu um lugar no seleto hall dos melhores ficionistas de língua espanhola eleitos pela conceituada revista britânica Granta. No livro, ela esculhamba a esquerda argentina, classificando-a como refém ideológica dos tempos da ditadura no país e traça um retrato perverso da juventude argentina. A história centra-se na relação e nos diálogos mordazes entre uma aluna de filosofia e seu professor.

Política, sedução, internet, orgias (regadas à quetamina, anestésico animal usado como droga em baladas) e mídias sociais compõem a narrativa da autora que na Argentina também escreve sobre arte e tecnologia em jornais, como o Página 12. Formada em filosofia na Universidade de Buenos Aires, As Teorias Selvagens é o livro de estreia da autora, que também escreveu contos fantásticos para a antologia organizada todos os anos pelo Páinga 12. Pola é uma das primeiras escritoras confirmadas na nona edição da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) que acontece de 6 a 10 de julho.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email