Racionais MC’s comemora aniversário de 18 anos do clássico ‘Nada como um Dia após o Outro Dia’

‘Nego Drama’, ‘Expresso da Meia-Noite’ e ‘Vida Loka pts 1 e 2’ são apenas alguns dos hits marcantes do álbum

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O grupo paulistano Racionais MC’s comemorou na última terça-feira (27) o aniversário de 18 anos do álbum clássico ‘Nada como um Dia após o Outro Dia’, que conta com hits como ‘Nego Drama’, ‘Expresso da Meia-Noite’ e ‘Vida Loka pts 1 e 2’.

O álbum foi premiado como o disco do ano e da década pela Hútuz, que era uma das principais premiações do rap nacional. 

Até os dias de hoje, a realidade de violência das periferias de São Paulo pode ser sentida através das letras presentes no álbum. 

Relembre, por exemplo, este trecho de ‘Expresso da Meia-Noite’: 

“Em cada lote, uma viela

Nas curvas da Nova Galvão, uma favela

Que testemunha toda hora algum coitado

Igual aquele que no meio foi rasgado

Metralhado, vários tiros de automática

Pros covardes é a forma que é mais prática

Eliminar e deixar pra trás

Uma mancha de sangue que não apaga nunca mais

Famílias destroçadas pela maldade

Criança sem pai vai ser o que mais tarde?

A vida não é um conto de fadas (não)

Principalmente na calada (na quebrada)

Onde a gente vê, registra várias fitas

O que ser humano é capaz você não acredita

Só quem é de lá

Sabe o que acontece”

A clareza com que é retratada a realidade das periferias pode ser vista como o marco principal do disco. Neste aniversário de 18 anos do disco, que utilizemos este retrato como meio de conscientização. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247