Ruy Castro: Bolsonaro quer promover uma queima de arquivo no Arquivo Nacional

“A fim de reescrever a história recente, Bolsonaro escala um pazuello para o Arquivo Nacional”, alerta o jornalista Ruy Castro

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - “Jair Bolsonaro acaba de nomear para a direção-geral do Arquivo Nacional um ex-chefe de segurança do Banco do Brasil, ex-subsecretário de Segurança do Distrito Federal, premiado pela Confederação Brasileira de Tiro e sócio do Clube Colt 45. Com todo esse cartel, o cidadão parece entender de armas. Mas o Arquivo Nacional não é um estande de tiro”, alerta o jornalista Ruy Castro em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo. 

Ruy aponta que “ele quer transformá-la, moldá-la à feição dos seus esgares, daí os pazuellos que ocupam hoje os órgãos da cultura na área federal.  No caso, sua intenção — ou de quem o municia ideologicamente— é usar o Arquivo Nacional para reescrever a história, fazendo com que golpe se transforme em revolução, ditadura em regime forte e tortura em interrogatório”. 

“Como não é possível rasurar os documentos, a solução é destruí-los. Para isso, Bolsonaro autorizou as repartições federais a requisitar documentos do Arquivo Nacional e eliminá-los sem qualquer controle. Melhor ainda se forem os que se referem à ditadura militar, perigosamente à disposição dos estudiosos. Parece uma queima de arquivo e, se for, tão grave quanto aquela em que você está pensando”, diz o jornalista.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email