'Indignem-se com a desigualdade que destrói o país', rebate Porchat sobre censura a especial do Porta

"Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus, tá de boas, não precisa se preocupar não. Agora pode voltar a se indignar com a desigualdade que destrói nosso país. Mas tem que se indignar com o mesmo fervor, tá?", escreveu Fábio Porchat em suas redes socias

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O apresentador e humorista Fábio Porchat usou as redes sociais para responder a campanha de boicote que pede a interrupção da exibição do Especial de Natal do Porta dos Fundos deste ano.

"Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus, tá de boas, não precisa se preocupar não. Agora pode voltar a se indignar com a desigualdade que destrói nosso país. Mas tem que se indignar com o mesmo fervor, tá?", escreveu Porchat em suas redes socias.

Com o tema "A Primeira Tentação de Cristo", o especial exibido em plataforma de streaming Netflix e no canal do YouTube enfrenta um abaixo-assinado com a descrição que diz: “Pelo impedimento do filme de Natal da Netflix e Porta dos Fundos, por ofender gravemente os cristãos”. A campanha conta com apoio de bolsonaristas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247