Skank se separa após 30 anos

Por meio de nota, o grupo anunciou a decisão. "Não precisa nem da decadência, nem da guerra para terminar alguma coisa”, disse o vocalista, Sameul Rosa, na nota

Banda Skank
Banda Skank (Foto: Weber Padua/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Por meio de nota, o grupo Skank confirmou a informação dada pelo vocalista Samuel Rosa à colunda de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. A banda se separa após 30 anos de trabalho e inúmeros sucessos.

"Não precisa nem da decadência, nem da guerra para terminar alguma coisa”, disse o vocalista na nota. "(Chegou a hora de) cada um olhar para si. É hora de experimentarmos, ainda que demos com os burros n'água. Quero me testar fora do Skank, me ver em um círculo de músicos fora do que sempre transitamos. Há muito ainda a descobrir", completou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247