Substituída por seguidor de Olavo de Carvalho, presidente da Biblioteca Nacional coloca cargo à disposição: "desrespeito"

A presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Helena Severo, colocou o cargo à disposição e manifestou a sua "perplexidade" diante da postura do governo."Não posso concordar com a forma desrespeitosa com que esse processo de mudança vem sendo conduzido", disse

247 - Em carta ao secretário Especial da Cultura, Roberto Alvim, a presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Helena Severo, coloca seu cargo à disposição e manifestou a sua "perplexidade" diante da postura de "desrespeito" do governo que trocou o comando da fundação, sem o prévio aviso.

"Foi para mim motivo de perplexidade, ter tomado conhecimento de minha substituição através da imprensa, sem qualquer comunicação dos órgãos competentes, como manda o protocolo", enfatiza Helena em um trecho da carta.

O secretário Roberto Alvim substituiu Helena por Rafael Alves da Silva, que se apresenta como Rafael Nogueira, um seguidor de Olavo de Carvalho, o guru do clã Bolsoanro.

Servidora de carreira da União há 30 anos, Helena foi secretária Municipal de Cultura do Rio e ex-presidente da Fundação Theatro Municipal. Em agosto de 2016, no governo de Michel Temer, assumiu a Biblioteca Nacional.

"Esclareço que entendo perfeitamente que todos os governos têm direito de formar suas equipes de acordo com suas orientações políticas e programáticas. Entretanto, não posso concordar com a forma desrespeitosa com que esse processo de mudança vem sendo conduzido", acrescentou Helena.

Além dela, a historiadora Maria Eduarda Marques, Diretora Executiva da Biblioteca Nacional, também colocou o cargo à disposição.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247