Temer, o poeta

Vice-presidente publica antologia poética, em que abordas paixões e recordações da infância

Temer, o poeta
Temer, o poeta (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

247 – Michel Temer, vice-presidente da República, é também poeta. E cedeu, em primeira mão, alguns versos de sua antologia poética “Anônima Intimidade”, que será lançado em outubro, com prefácio de Carlos Ayres Britto, ao colunista Jorge Bastos Moreno, do jornal O Globo. Confira, abaixo, dois poemas:

Procura

Procurei, alegremente,

O amor.

Ao encontra-lo,

Entristeci

 

Cantiga Infantil

Cadê o tempo? Passou.

E os amores?

Acabaram.

E o desejo?

Esmoreceu.

E o sucesso?

Desapareceu.

E o entusiasmo?

Arrefeceu.

E a vida?

Acabou.

Conheça a TV 247

Mais de Cultura

Ao vivo na TV 247 Youtube 247