12 estados têm renda domiciliar per capta inferior ao salário mínimo em 2019

É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo IBGE. O salário mínimo nacional foi de R$ 998 no ano passado.

www.brasil247.com -
(Foto: USP Imagens)


247 - A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que, no ano passado, 12 estados brasileiros registaram média da renda domiciliar per capita menor que o salário mínimo nacional vigente no ano (R$ 998). O rendimento domiciliar per capita do Brasil ficou em R$ 1.439 em 2019.

De acordo com o levantamento, o maior rendimento per capita foi o do Distrito Federal (R$ 2.686). O menor foi registrado no Maranhão, onde foi de apenas R$ 636, menos da metade que a média nacional. Em São Paulo e no Rio de Janeiro foi de R$ 1946 e R$ 1.882, respectivamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira o rendimento nominal mensal domiciliar per capita em 2019, por estado, do menor para o maior, conforme publicado no G1:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
  • Maranhão: R$ 635,59
  • Alagoas: R$ 730,86
  • Pará: R$ 806,76
  • Piauí: R$ 826,81
  • Amazonas: R$ 842,08
  • Amapá: R$ 879,67
  • Acre: R$ 889,95
  • Bahia: R$ 912,81
  • Paraíba: R$ 928,86
  • Ceará: R$ 942,36
  • Pernambuco: R$ 970,11
  • Sergipe: R$ 979,78
  • Roraima: R$ 1.043,94
  • Tocantins: R$ 1.055,60
  • Rio Grande do Norte: R$ 1.056,59
  • Rondônia: R$ 1.136,48
  • Goiás: R$ 1.306,31
  • Minas Gerais: R$ 1.357,59
  • Mato Grosso: R$ 1.402,87
  • Espírito Santo: R$ 1.476,55
  • Mato Grosso do Sul: R$ 1.514,31
  • Paraná: R$ 1.620,88
  • Santa Catarina: R$ 1.769,45
  • Rio Grande do Sul: R$ 1.842,98
  • Rio de Janeiro: R$ 1.881,57
  • São Paulo: R$ 1.945,73
  • Distrito Federal: R$ 2.685,76

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email