A bolsa não está para estrangeiros

Reduo dos investimentos em aes no ano coloca em dvida o potencial de valorizao no curto prazo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_Os investidores estrangeiros parecem receosos com o desempenho da bolsa brasileira. Em quatro meses, os recursos direcionados para as ações acumularam US$ 1,69 bilhão, redução de 80% sobre o mesmo período do ano passado. Nos quatro primeiros meses de 2010, houve ingresso de US$ 8,57 bilhões. Em abril, a queda do envio de dólares para o mercado acionário nacional foi de 71%, para US$ 952 milhões. Além disso, os papéis brasileiros negociados nas bolsas estrangeiras, principalmente na americana, ficaram encalhados. As vendas superaram as compras em US$ 14 milhões.

Apesar de todos os receios internacionais com o mercado acionário brasileiro, as corretoras mantêm o bom otimismo para o ano. E não podia ser diferente. Se as principais vendedoras de ações falassem em queda do índice, afugentariam ainda mais o pequeno investidor. Por isso, as previsões são, até, exageradas. As menos otimistas colocam o Ibovespa aos 75 mil pontos no final do ano, enquanto os mais animados elevam a pontuação para 85 mil. Se a expectativa se confirmar, seria uma valorização entre 20% a 30% em pouco mais de seis meses. Para isso acontecer, os estrangeiros precisam voltar a acreditar nas empresas brasileiras. E é bom lembrar que o principal índice da bolsa brasileira está em queda de 8,3% no ano, até 25 de maio, um dos piores desempenhos entre os mercados de capitais da América Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email