Ação do Santander derrete 6% depois de lucro baixo

Quem no tem pacincia deve investir em outra instituio, diz presidente do banco espanhol no Brasil, Marcial Portela, que tambm espanhol

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 _ O mercado rejeitou, na prática, os resultados divulgados na manhã de hoje pelo banco Santander. Neste momento (15h37), a ação da instituição espanhola cai 6,14% na Bolsa de Valores de São Paulo. O balanço do banco usou dois critérios para apresentar seu lucro no segundo trimestre. Pelo sistema usado no Brasil, o lucro foi reduzido, neste período, em 19% na comparação com o segundo tri do ano passado, chegando agora a R$ 812 milhões. O Bradesco, que anunciou seus lucros também na manhã de hoje, lucrou, em igual período, R$ 2,7 bilhões. Diante da queda nas ações e conseqüente grita dos investidores, o presidente do Santander no Brasil, Marcial Portela, saiu com essa: “Quem não tem paciência, deve investir em outra instituição”.

No resultado global, o Santander obteve um lucro de US$ 3,50 bilhões, 21,2% menos que em 2010 após criar um fundo extraordinário no Reino Unido. O fundo, de 620 milhões de euros, visa cobrir eventuais reclamações por seguros de protecção de pagamentos vendidos neste país. A estratégia segue medidas similares tomadas por instituições financeiras britânicas como Barclays, Llodys e RBS no primeiro trimestre. "Se vão seguir adiante com o plano de abrir o capital da filial britânica, é claro que querem sanar o balanço, mas isso não responde a pergunta de por que não fizeram isso junto com os outros bancos", disse o analista Neil Smith, do West LB.

A entidade fechou o primeiro semestre do ano com uma inadimplência de 3,78%, índice superior ao 3,37% de junho de 2010. Na Espanha, a taxa ficou em 4,81%. Na Europa Continental, o lucro foi de de 1,874 milhões de euros,17% menor do que no mesmo período do ano anterior.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email