Ambev investe R$ 793 milhões no Nordeste

Companhia est investindo R$ 260 milhes em uma fbrica na cidade de Itapissuma, Regio Metropolitana do Recife, com capacidade para produzir 1 bilho de litros de cerveja

Ambev investe R$ 793 milhões no Nordeste
Ambev investe R$ 793 milhões no Nordeste (Foto: DIVULGAÇÃO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Julliana Araújo_247 - Apesar da entrada de novas marcas de cerveja no mercado, como a Itaipava, Devassa, Proibida e tantas outras que já caíram no gosto de uma parcela dos apreciadores da bebida, as cervejas da Ambev  - Skol, Antartica e Brahma -  continuam imbatíveis nas vendas dos bares de Pernambuco, segundo o presidente da Associação de Bares e Restaurantes de Pernambuco (Abrasel- PE), Nucio Natrielle.  A companhia aumentou em 70% sua produção no Nordeste nos últimos  dois anos. E está investindo  R$ 793 milhões na Região, dos R$ 2,5 bilhões que serão injetados em todo o país. A intenção é aumentar em 10% a produção total de produção para atender a demanda que aumenta, principalmente, no final do ano. No momento, a  compahia anunciou o início da operação de uma fábrica na cidade de Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife, para este mês. A unidade, que gera 200 empregos, terá capacidade para produizir 1 bilhão de litros de cerveja por ano e 400 milhões de litros de H2O e Guaraná Antarctica.

“Cerca de 80% dos consumidores de cerveja escolhem as cervejas da Ambev. Mesmo com o sucesso de outras marcas, não houve um abalo para eles (Ambev). Ainda mais com a previsão da chegada para o próximo ano da cerveja famosa nos Estados Unidos,  Bud, que vai alavancar ainda mais a companhia”, afirmou  Natrielle.

O incremento nos investimentos é visto como uma maneira de aumentar também o consumo na Região. Em média, o brasileiro consome em média 62 litros de cerveja por ano, já o nordestino bebe 45 litros. Natrielle observa também que nos últimos anos o aumento da procura pelos segmentos A e B, as chamadas cervejas premium vem aumentando. “Esse comportamento do consumidor também é positivo, mas não quer dizer que as outras cervejas perderam seu espaço”, explicou.

 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email