ANP autoriza delivery de combustíveis e limita casas decimais no preço

Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis anunciou nesta quinta-feira uma série de novidades nas regras para os postos

www.brasil247.com - Combustíveis e energia pesam na inflação
Combustíveis e energia pesam na inflação (Foto: Paulo Whitaker - Reuters)


Do Metrópoles - Postos de gasolina de todo o país poderão oferecer o serviço de entrega de combustível nas cidades em que atuam. Para isso, as empresas terão de pedir autorização específica à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que aprovou nesta quinta-feira (4/11) essa e outras mudanças nas regras de comercialização dos produtos no Brasil.

O delivery de combustíveis foi testado em projetos-piloto e, após estudos e audiências públicas, está sendo ampliado para todo o Brasil. Inicialmente, contudo, o serviço entregará apenas gasolina e etanol, deixando o óleo diesel de fora.

A diretoria da ANP também decidiu que os preços dos combustíveis terão de ser expressos em duas casa decimais, e não com três, como é o costume atualmente (imagem em destaque). Segundo o órgão regulador, a mudança tem o objetivo de facilitar o entendimento dos consumidores. Os postos têm 180 dias para se adaptar a essa nova regra.

Continue lendo no Metrópoles

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email