Após aumento dos combustíveis, inflação tem alta de 0,41% em novembro

No acumulado do ano, a inflação é de 5,13%, pouco menor do que os 5,90% registrados no acumulado dos últimos 12 meses

www.brasil247.com - Posto de combustíveis
Posto de combustíveis (Foto: REUTERS/Adriano Machado)


Carta Capital - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), principal monitor da inflação, apresentou alta de 0,41% em novembro, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira 9 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado do ano, a inflação é de 5,13%, pouco menor do que os 5,90% registrados no acumulado dos últimos 12 meses.

O resultado desta sexta, segundo o instituto, foi puxado pelo aumento nos preços dos combustíveis, que saltou 3,29%. Conforme mostra o boletim, com as altas do etanol (7,57%), da gasolina (2,99%) e do óleo diesel (0,11%) em novembro, o grupo foi o maior responsável pelo crescimento do IPCA no mês. Outros preços relacionados ao grupo de Transportes também contribuíram para o aumento.

Leia a íntegra na Carta Capital. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247