Arezzo compra Reserva por $ 715 milhões

O presidente da Arezzo, Alexandre Birman, diz que se trata da criação de um novo braço. A Reserva passa a se chamar Ar&Co e os executivos do primeiro escalão têm lugar cativo na companhia

Loja Arezzo e loja Reserva
Loja Arezzo e loja Reserva (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Arezzo&Co, empresa de calçados e acessórios, anunciou nesta sexta-feira, 23, a compra da Reserva - empresa de vestuário - por um pagamento à vista de R$ 175 milhões e mais R$ 50 milhões daqui um ano. Mais R$ 490 milhões serão pagos em ações. No total, a compra soma R$ 715 milhões.

O presidente da Arezzo, Alexandre Birman, diz que se trata da criação de um novo braço. A Reserva passa a se chamar Ar&Co e os executivos do primeiro escalão têm lugar cativo na companhia. 

"Tecnicamente é uma compra, mas, de fato, não é. Porque os gestores, fundadores e sócios são automaticamente sócios e líderes da Arezzo&Co. Com autonomia grande no vestuário e no lifestyle", disse ao Estadão/Broadcast.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247