Armínio prevê maior recessão da história do Brasil e queda de até 8% do PIB

"A única esperança é que, na medida em que a saúde volte, a recuperação ocorra num espaço não muito longo de tempo”, disse ele

Arminio Fraga
Arminio Fraga (Foto: World Economic Forum / Benedikt von Loebell)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-presidente do Banco Central e Armínio Fraga disse que o Brasil enfrentará em 2020 a maior recessão de todos os tempos. “Vamos ter uma recessão profunda, infelizmente. Contas preliminares que tenho feito com colegas sugerem que o PIB pode cair 6%, até 8% este ano. Isso é recorde, não há registro histórico de uma queda tão grande. A única esperança é que, na medida em que a saúde volte, a recuperação ocorra num espaço não muito longo de tempo”, disse ele.

Segundo reportagem do Valor, Armínio ponderou ainda que não há como pensar em crise de saúde e economia de forma isolada. “Não vejo milagre em nenhuma das direções. As duas [soluções] vão ter que chegar juntas. Não existe isso, de sacrificar vidas para salvar economias”, afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247