Auxílio emergencial: cancelamento pode ser contestado até 2 de novembro

Beneficiários que não concordam com a justificativa para o cancelamento do auxílio emergencial de R$ 300 têm até o dia 2 de novembro para contestar

Pessoas fazem fila para receber parcela do auxílio emergencial pago pelo governo 05/05/2020
Pessoas fazem fila para receber parcela do auxílio emergencial pago pelo governo 05/05/2020 (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os beneficiários do auxílio emergencial que tiveram a extensão de R$ 300 reais cancelada e não concordam com a justificativa, podem entrar com o pedido de contestação até 2 de novembro, por meio do site do Dataprev, informa o Uol.

“No momento, o pedido está disponível apenas para trabalhadores em geral e aqueles inscritos no Cadastro Único não beneficiários do Bolsa Família, grupo este que terá as regras divulgadas posteriormente”, conta a reportagem.

Caso a contestação seja aceita, o auxílio emergencial voltará a ser pago no mês seguinte à solicitação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247