Avalanche de ienes na bolsa

Banco central do Japo vai injetar trilhes no mercado de capitais na segunda-feira

O Banco do Japão (BOJ) planeja oferecer trilhões de ienes (dezenas de bilhões de dólares) ao mercado monetário na segunda-feira, em uma operação de emergência destinada a debelar o nervosismo do mercado após um forte terremoto e tsunami atingiram o nordeste do país, informou a agência de notícias Jiji. Esta operação será a maior realizada num só dia desde maio do ano passado, quando a crise da dívida grega agitou o mercado financeiro global, segundo a agência.

O governo japonês teme um derretimento nos preços da bolsa de Tóquio na segunda-feira, primeiro dia útil depois do terremoto de sexta-feira, 11. Como os abalo ocorreu às 3H30 da madrugada da sexta para o sábado, o mercado de capitais já tinha encerrado suas operações.

O BOJ ofereceu 2 trilhões de ienes (US$ 24,4 bilhões) no mercado monetário diariamente por dois dias úteis, em maio. O BOJ disse que após o terremoto na sexta-feira que iria fazer o possível para assegurar a estabilidade dos mercados financeiros e para facilitar a liquidação dos fundos, por meio da disponibilização de liquidez.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247