Banco do BRICS transferirá US$ 3 bilhões ao Brasil em até 3 meses, diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Brasil vai receber US$ 3 bilhões (R$ 16,07 bilhões) nos próximos meses do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), formado pelos países do BRICS

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira (18) que o Brasil vai receber US$ 3 bilhões (R$ 16,07 bilhões) nos próximos meses do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), formado pelos países do BRICS.

Segundo o ministro, citado pela Agência Brasil, os investimentos serão direcionados ao combate ao novo coronavírus e a projetos de infraestrutura.

"O banco foi fundado em 2016. O Brasil tinha tomado apenas US$ 700 milhões [emprestados]. Nos próximos dois, três meses teremos US$ 3 bilhões de dólares para entrar em investimentos, para ajudar no [combate ao] coronavírus, para investimentos em infraestrutura", disse Guedes.

A declaração do ministro ocorre no dia seguinte da Cúpula de Chefes de Estado do BRICS se reunir em formato de videoconferência. A reunião foi presidida pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, e contou com a presença de seus homólogos brasileiro, Jair Bolsonaro, chinês, Xi Jinping, sul-africano, Cyril Ramaphosa, e do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.

Guedes voltou a defender a manutenção do teto de gastos, mecanismo que limita o crescimento das despesas federais à inflação.

"Uma saída fácil é furar o teto. Nós não faremos isso porque seria irresponsabilidade com as futuras gerações", declarou.

O ministro reafirmou que a economia brasileira está se recuperando e acrescentou que, para 2021, o governo acredita num crescimento entre 3% e 4%.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247