Banco Mundial alerta que sanções contra a Rússia terão impacto econômico maior do que a guerra

Presidente da instituição diz que aumento de preços não justifica estocar alimentos e gasolina

www.brasil247.com - David Malpass, presidente do Banco Mundial
David Malpass, presidente do Banco Mundial (Foto: Reuters)


247 - O presidente do Banco Mundial, David Malpass, alertou nesta segunda-feira (14) pessoas e empresas contra o estoque de alimentos e gasolina, apesar do aumento nos preços provocado pela invasão da Ucrânia pela Rússia e pelas sanções maciças impostas a Moscou.

Malpass disse em evento virtual organizado pelo jornal Washington Post que as sanções teriam um impacto maior na produção econômica global do que a própria guerra.

Ele disse esperar uma resposta robusta dos produtores de todo o mundo para aumentar os suprimentos conforme necessário e não vê necessidade de as pessoas fazerem estoques extras em suas cozinhas ou restaurantes, informa a Folha de S.Paulo.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247