Bancos garantem alívio para dívida da Sete Brasil

Grupo de cinco bancos brasileiros vai refinanciar cerca de 11,5 bilhões de reais em empréstimos da Sete Brasil Participações por mais 45 dias, para dar fôlego para a empresa de sondas para exploração de petróleo; segundo a agência Reuters, o Banco do Brasil e Caixa, bem como os privados Itaú Unibanco, Santander Brasil e Bradesco, perdoaram pagamento imediato para permitir que a Sete continue promovendo um programa de reorganização

Grupo de cinco bancos brasileiros vai refinanciar cerca de 11,5 bilhões de reais em empréstimos da Sete Brasil Participações por mais 45 dias, para dar fôlego para a empresa de sondas para exploração de petróleo; segundo a agência Reuters, o Banco do Brasil e Caixa, bem como os privados Itaú Unibanco, Santander Brasil e Bradesco, perdoaram pagamento imediato para permitir que a Sete continue promovendo um programa de reorganização
Grupo de cinco bancos brasileiros vai refinanciar cerca de 11,5 bilhões de reais em empréstimos da Sete Brasil Participações por mais 45 dias, para dar fôlego para a empresa de sondas para exploração de petróleo; segundo a agência Reuters, o Banco do Brasil e Caixa, bem como os privados Itaú Unibanco, Santander Brasil e Bradesco, perdoaram pagamento imediato para permitir que a Sete continue promovendo um programa de reorganização (Foto: Roberta Namour)

SÃO PAULO (Reuters) - Um grupo de cinco bancos brasileiros vai refinanciar cerca de 11,5 bilhões de reais em empréstimos da Sete Brasil Participações por mais 45 dias, para dar fôlego para a empresa de sondas para exploração de petróleo, afirmaram duas fontes com conhecimento do assunto nesta quinta-feira.

Os estatais Banco do Brasil e Caixa, bem como os privados Itaú Unibanco, Santander Brasil e Bradesco, perdoaram pagamento imediato para permitir que a Sete continue promovendo um programa de reorganização, afirmaram as fontes.

O plano de reestruturação da Sete envolve tentar reduzir as obrigações da companhia por meio de uma diminuição de suas operações, disse uma das fontes, acrescentando que o plano deve tornar o pagamento de juros sustentável até setembro. Os bancos tinham concordado anteriormente em perdoar pagamentos de empréstimos em abril, quando estenderam o prazo por 90 dias iniciais.

Quando a Sete Brasil foi fundada em 2011, a companhia tinha planos para investir mais de 25 bilhões de dólares na construção de até 28 sondas de águas profundas para a Petrobras. Mas depois que a estatal foi envolvida pelo escândalo de corrupção revelado pela Operação Lava Jato, ela suspendeu compra de equipamentos.

A outra fonte afirmou que o alívio nos pagamentos da dívida da Sete Brasil foi concedido com base na capacidade da companhia em reduzir efetivamente o tamanho de seu plano de negócios.

A Sete Brasil e os bancos não comentaram o assunto.

Sob os termos, a Sete Brasil vai obter o financiamento necessário para montar 14 sondas, com a propriedade sobre outras cinco sendo compartilhada com credores japoneses e de Cingapura, disseram fontes à Reuters em maio.

(Por Guillermo Parra-Bernal)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247