Bancos preparam ações criminais contra Lemann, Telles e Sicupira e reduzem crédito de outras empresas do trio caloteiro

Empresários protagonizam um calote de R$ 43 bilhões no mercado; Ambev deve ser afetada pelo corte de crédito

www.brasil247.com - Da esq.: para a dir.: Carlos Alberto Sicupira, Paulo Lemann e Marcel Telles
Da esq.: para a dir.: Carlos Alberto Sicupira, Paulo Lemann e Marcel Telles (Foto: Divulgação | Reuters)


247 – Os grandes bancos do País estão preparando ações criminais contra os bilionários Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, que estão protagonizando um calote de R$ 43 bilhões no mercado financeiro, após fraude sistêmica nas Americanas.

"Os credores preparam novas ações contra a varejista e seus acionistas de referência - Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira. Uma redução nos limites de crédito para outras empresas investidas pelo trio também começa a ser colocada em prática", aponta reportagem do Valor. "As relações entre a companhia e as instituições financeiras, que já estavam muito ruins, ficaram ainda mais estremecidas depois da carta divulgada pelo trio na noite de domingo. Os bancos preparam dossiês para comprovar o que estão convictos de que foi fraude e planejam ações criminais contra os acionistas", acrescenta a reportagem.

"Após a publicação da carta do trio, os bancos começam a reduzir os limites de crédito de empresas nas quais os três empresários têm participação como Ambev, Kraft Heinz e Burger King. Linhas que estão em uso pelas companhias, inclusive pela Americanas, serão mantidas, mas a ideia é que não sejam renovadas quando vencerem. Ao mesmo tempo, os limites disponíveis para as empresas estão sendo reduzidos, segundo executivos graduados do setor", escrevem os jornalistas.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247