BB é condenado a pagar R$ 4 mil a ex-correntista

Pena se deu em ao por danos morais contra cobrana de tarifa em conta inativa

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Justiça do Rio de Janeiro condenou o Banco do Brasil a pagar R$ 4 mil de indenização por danos morais a uma ex-correntista por efetuar cobranças de tarifa em uma conta destinada a recebimento de salário inativa.Devido as cobranças, o nome da mulher foi colocado nos cadastros restritivos de crédito. A decisão é do desembargador Nagib Slaib da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

A autora afirmou que solicitou abertura de conta para recebimento de salário, mas que nunca houve movimentação da mesma, já que nunca recebeu cartão, talão ou extratos. Ela disse ter ficado surpresa ao ter seu crédito negado durante a tentativa de uma compra.

O Banco do Brasil alegou que o contrato firmado entre as partes consiste em uma conta corrente onerosa com adesão a produtos e serviços bancários e que as cobranças seriam de tarifas regulares e que não teria havido solicitação de encerramento da conta.

Para o desembargador, se nem a consumidora usou os serviços do banco e nem o banco cumpriu com sua parte, pois não mandou os extratos de conta, não há que se pagar pelos serviços não prestados.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247