BNDES cancela crédito de empresas citadas na Lava Jato

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) decidiu cancelar parte dos 25 projetos de exportação de serviços de engenharia que tiveram os desembolsos suspensos em maio; cancelamento vale para projetos já contratados, no valor de US$ 7 bilhões, dos quais US$ 2,3 bilhões foram liberados antes da suspensão; banco interrompeu liberação dos recursos porque projetos são das empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, envolvidas no esquema de desvio de recursos da Petrobras investigado na Operação Lava-Jato

Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 06/05/2010. Prédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. - Crédito:PAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:56876
Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 06/05/2010. Prédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. - Crédito:PAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:56876 (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) decidiu cancelar parte dos 25 projetos de exportação de serviços de engenharia que tiveram os desembolsos suspensos em maio. Suspensão vale para projetos já contratados, no valor de US$ 7 bilhões, dos quais US$ 2,3 bilhões foram liberados antes da suspensão. Banco suspendeu liberação dos recursos porque projetos são das empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, envolvidas no esquema de desvio de recursos da Petrobras investigado na Operação Lava-Jato. 

As informações são do Valor. 

"Há também na carteira do banco outros 22 projetos de exportação de serviços que ainda não foram contratados e que, portanto, ficam suspensos. Essa suspensão significa que, se as empresas tiverem interesse em receber o apoio do BNDES, terão que recomeçar os trâmites do zero, com base nos novos critérios definidos pelo banco.

Entre os financiamentos aprovados e suspensos, e que agora podem ser cancelados, estão os de construção de uma siderúrgica e um estaleiro na Venezuela, uma termelétrica na República Dominicana, uma planta de tratamento de água na Argentina e uma barragem em Moçambique."

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247