BNDES tem lucro líquido de R$ 1,34 bi no 1º semestre

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social registrou um lucro líquido de 1,34 bilhão de reais no primeiro semestre desse ano, revertendo prejuízo de 2,17 bilhões de reais em igual período de 2016, informou o banco nessa segunda-feira, 14; resultado bruto do banco com participações societárias foi positivo em 1,42 bilhão de reais no período ante perda de 4,92 bilhões de reais no primeiro semestre de 2016 

Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 06/05/2010. Prédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. - Crédito:PAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:56876
Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 06/05/2010. Prédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. - Crédito:PAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:56876 (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social registrou um lucro líquido de 1,34 bilhão de reais no primeiro semestre desse ano, revertendo prejuízo de 2,17 bilhões de reais em igual período de 2016, informou o banco nessa segunda-feira.

O resultado bruto do banco com participações societárias foi positivo em 1,42 bilhão de reais no período ante perda de 4,92 bilhões de reais no primeiro semestre de 2016 .

"A redução de 92,7 por cento com perdas em investimentos e o maior retorno proporcionado pela carteira de renda variável ... foram as principais contribuições do resultado de participações societárias", acrescentou o BNDES em comunicado.

O banco decidiu ainda que fará no segundo semestre deste ano cálculos para verificação do valor recuperável -- o chamado teste de impairment- dos papéis da JBS "devido à grande volatilidade no valor das ações da empresa".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247