Pânico em Wall Street: coronavírus faz bolsa americana equiparar perdas do Crash de 2008

As ações caíram pelo sétimo dia consecutivo na sexta-feira, com o índice S&P 500 caindo cerca de 0,8%, elevando sua perda na semana para mais de 11%. Foi o pior declínio semanal para ações desde a crise financeira de 2008. No início de outubro daquele ano, o S&P 500 caiu cerca de 18%.

www.brasil247.com - Bolsa de valores China.
Bolsa de valores China. (Foto: REUTERS/Aly Song)


247 - As ações caíram pelo sétimo dia consecutivo na sexta-feira, com o índice S&P 500 caindo cerca de 0,8%, elevando sua perda na semana para mais de 11%. Foi o pior declínio semanal para ações desde a crise financeira de 2008. No início de outubro daquele ano, o S&P 500 caiu cerca de 18%.

A média industrial do Dow Jones caiu mais de 1% na sexta-feira.

Segundo reportagem do The New York Times, a venda foi alimentada principalmente pela preocupação de que medidas para conter o vírus prejudicassem os lucros das empresas e o crescimento econômico, e temem que o surto possa piorar. Em questão de dias, as vendas arrastaram as referências de ações de todo o mundo para uma correção - uma queda de 10% ou mais que é tomada como uma medida de extremo pessimismo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na Europa, o FTSE 100 da Grã-Bretanha caiu mais de 3% e o Dax na Alemanha caiu mais de 4%. Na Ásia, o Nikkei 225 no Japão caiu 3,7%, o KOSPI na Coréia do Sul caiu 3,3% e o Shanghai Composite na China caiu 3,7%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente do Federal Reserve, Jerome H. Powell, mudou-se para acalmar os investidores na sexta-feira, emitindo uma declaração reafirmando que o banco central usará suas ferramentas e "atuará conforme apropriado para apoiar a economia".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email