Bolsa brasileira é a que mais caiu no mundo neste ano

Após forte expansão nos últimos anos, Ibovespa recua 42,5% e segue como o pior índice global em dólares em 2020

www.brasil247.com - Bolsa recua
Bolsa recua (Foto: REUTERS/Rahel Patrasso)


247 - A Bolsa brasileira continua apresentando o pior índice global em dólares neste ano, sendo a que mais caiu no mundo: 45,2%. 

Em março deste ano, com a declaração da OMS (Organização Mundial da Saúde) de pandemia de Covid-19, a situação piorou e a Bolsa voltou a níveis de 2017. 

A saída de estrangeiros da Bolsa aumentou, e o Ibovespa passou a ser o índice global com mais perdas em dólar do mundo, de acordo com estudo do Goldman Sachs, informa a jornalista Júlia Moura na Folha de S.Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A forte queda de 18,7% do índice neste ano somada à forte desvalorização do real levam a Bolsa paulista a cair 42,5% na moeda americana. O Ibovespa teve o pior trimestre da história no início de 2020.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda segundo a reportagem, a Bolsa da Colômbia é a segunda que mais se desvaloriza, com perdas de 40,5% na moeda americana. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em seguida vem a Indonésia, com queda de 31,8% na moeda americana. Logo atrás estão Chile, Turquia, México e Rússia. 

Especialistas atribuem a queda da Bolsa aos erros do governo Bolsonaro na área econômica e às brigas internas entre ministros. Na última sexta (2), o ministro Paulo Guedes (Economia) protagonizou mais um desentendimento em Brasília, desta vez com o ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) sobre o Renda Cidadã. Esse atrito levou a Bolsa a cair 1,5%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os economistas também afirmam que a crise ambiental em torno da Amazônia deixou o país mal visto pelos estrangeiros, especialmente europeus, levando-os a deixar o Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email