Bolsas em Nova York e no Brasil acentuam queda

Dados da China e tenso na Grcia continuam afugentando os investidores da renda varivel

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lu Miranda_247- O petróleo despenca quase 5% nos contratos futuros para junho na Nymex, a bolsa mercantil de Nova York. Outras commodities também têm perdas após os dados de inflação e produção divulgados pela China. A tensão na Grécia após novas medidas de austeridade fiscal também mexe com os negócios. Isso fez do clima de cautela no período da manhã, uma aversão ao risco nas bolsas americanas e brasileira, agora à tarde. Os índices perdem acima de 1% nestes mercados.

Aqui no Brasil, o Ibovespa cai mais de 1,50% e o dólar, na contramão, tem alta perto de 1% a R$1,619. As maiores perdas do índice por volta das 15h15 eram Gol (GOLL4) com queda de 4,29%, Duratex (DTEX3) com desvalorização de 4,06%, Bradespar (BRAP4) em baixa de 3,75%, Rossi Residencial (RSID3) com queda de 3,69% e Brasil Telecom (TNLP3) com perda de 3,28%. A Gol liderou perdas no dia pelo impacto negativo que o balanço do primeiro trimestre teve no mercado.

Entre as maiores altas, Hypermarcas (HYPE3) com ganho de 1,02%, Fibria (FIBR3) com valorização de 0,69%, Sabesp (SBSP3) com alta de 0,63%, PortX (PRTX3) com ganho de 0,59% e Redecard (RDCD3) com 0,59% positivo.

Na Europa, os índices fecharam em direções opostas. Na bolsa de Londres, o índice FT-100 caiu 0,71%. O DAX, da bolsa de Frankfurt fechou em baixa de 0,09%. Já o CAC-40 da bolsa de Paris, subiu 0,14%. Em Madri, o índice Ibex-35 subiu 0,55%.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email