Bolsonarista que se diz contra a interferência do Estado na economia, Hang obteve 55 empréstimos do BNDES para crescer a Havan

Entre 1993 e 2014, o “Véio da Havan”, como é conhecido, conseguiu 55 empréstimos no banco

Luciano Hang
Luciano Hang (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Empresário bolsonarista que se diz contra a interferência do Estado na economia, Luciano Hang, dono da Havan, se beneficiou do BNDES, uma ferramenta estatal de financiamento econômico, para fazer crescer sua empresa. Hang tem 147 lojas em 18 estados do País. 

Entre 1993 e 2014, o “Véio da Havan”, como é conhecido, conseguiu 55 empréstimos no banco, totalizando valores atualizados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais de R$ 72 milhões, segundo reportagem do Metrópoles.

O jornal conseguiu as informações, qualificadas com o ”fake news” pelo empresário, pela Lei de Acesso à Informação (LAI).

Nesta sexta-feira, 24, o empresário foi alvo de operação liderado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito das fake news, que determinou que o Twitter derrube as contas de diversos bolsonaristas e ativistas de extrema direita na rede social.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247