Bolsonaro diz que brasileiro ganha muito e defende informalidade

"Tenho dito à equipe econômica que na questão trabalhista nós devemos beirar a informalidade porque a nossa mão-de-obra é talvez uma das mais caras do mundo", declarou o presidente, durante café da manhã com empresários no Chile neste sábado 23

www.brasil247.com - Bolsonaro diz que brasileiro ganha muito e defende informalidade
Bolsonaro diz que brasileiro ganha muito e defende informalidade (Foto: Marcos Corrêa/PR)


247 - Em meio à discussão sobre a Reforma da Previdência, que prejudicará principalmente os trabalhadores mais pobres, o presidente Jair Bolsonaro deu mais uma declaração polêmica e contra os assalariados brasileiros neste sábado 23, durante um café da manhã com empresários no Chile. Ele disse que o brasileiro ganha muito e defendeu que o sistema do Brasil 'beire a informalidade'.

A equipe econômica nossa também trabalha uma forma de desburocratizar o governo, desregulamentar muita coisa. Tenho dito à equipe econômica que na questão trabalhista nós devemos beirar a informalidade porque a nossa mão-de-obra é talvez uma das mais caras do mundo", declarou.

Ele já havia dito algo parecido antes de tomar posse, em dezembro, quando declarou que "ser patrão é um tormento" no Brasil e que a lei tem que se aproximar da informalidade. Em outra ocasião, um dia após o ministro Onyx Lorenzoni anunciar o fim do Ministério do Trabalho, o então presidente eleito disse que "é horrível ser patrão no Brasil com essa legislação que está aí".

Na fala com os empresários, ele também voltou a falar em ideologização nas escolas e também na imprensa. "Nos preocupa também, começou no governo Fernando Henrique e se agravou nos governos Lula e Dilma, a questão ideológica que tomou conta das universidades e inclusive das escolas de ensino fundamental e também da grande mídia. É difícil encontrar um jornalista da grande imprensa que possa discutir conosco de igual para igual. Sempre tem um viés de esquerda nas discussões e parece que eles não querem enxergar ou foram doutrinados demais", afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email