Bolsonaro diz que quer privatizar Petrobrás pois "a culpa é minha” quando aumenta o preço dos combustíveis

Justificativa de Bolsonaro para querer privatizar a Petrobrás em entrevista a uma rádio é a de que quando os preços dos combustíveis aumentam no Brasil, a culpa sempre recai sobre ele. "Eu tenho vontade, já tenho vontade de privatizar a Petrobrás. Vou ver com a equipe econômica o que a gente pode fazer", disparou

www.brasil247.com - Fachada da Petrobras e Jair Bolsonaro
Fachada da Petrobras e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters | Marcos Corrêa/PR)


247 -  Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (14) ter vontade de privatizar a Petrobras, justificando que, quando os preços dos combustíveis aumentam no Brasil, a culpa recai sobre ele.

“Eu tenho vontade, já tenho vontade de privatizar a Petrobrás. Vou ver com a equipe econômica o que a gente pode fazer, porque o que acontece: eu não posso, não é controlar, eu não posso melhor direcionar o preço do combustível, mas quando aumenta a culpa é minha”, disse Bolsonaro em entrevista à rádio Novas de Paz, de Recife (PE), segundo reportagem do portal Metrópoles. 

O mandatário reclamou ainda de ser responsabilizado pelo aumento no preço do gás de cozinha e lembrou que zerou o imposto federal incidente sobre o produto, buscando desculpas para justificar o resultado da política de paridade internacional do preço do petróleo adotada pela Petrobrás no governo Michel Temer (MDB) e mantida desde então.

“Aumenta o gás de cozinha, a culpa é minha, apesar de ter zerado imposto federal, coisa que não acontece aí por parte de muitos governadores”, continuou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email