Bolsonaro tem 39% de ruim e péssimo até na pesquisa do mercado financeiro

Pesquisa Ipespe para a XP Investimentos mostra 39% dos brasileiros consideram que Jair Bolsonaro faz um governo ruim ou péssimo. 35% consideram a gestão ótima ou boa. Entre abril e dezembro, cresceram de 26% para 39% aqueles que reprovam o governo

(Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa do instituto Ipespe para a XP Investimentos, divulgada nesta sexta-feira, 13, mostra 39% dos brasileiros consideram que Jair Bolsonaro faz um governo ruim ou péssimo. 35% consideram a gestão ótima ou boa e 25% classificam como regular a administração. 

Segundo os dados, entre abril e dezembro cresceram de 26% para 39% aqueles que reprovam o governo, enquanto encolheu o percentual dos que consideram o governo regular ou não souberam responder.  

A pesquisa Ipespe XP mostrou também que a avaliação positiva de Jair Bolsonaro caiu 1,3 ponto entre janeiro e dezembro. O ministro Sérgio Moro perdeu 0,9 ponto e  Paulo Guedes caiu 0,6 ponto. Bolsonaro recebeu nota média de 5,4; Paulo Guedes aparece com 5,5 e Sérgio Moro é o melhor avaliado, com 6,2. 

As áreas sociais são as vistas como aquelas em que o governo se sai pior: saúde para 22% e educação para 18%. São 15% os que não opinaram ou não sabiam. Já o combate à corrupção, uma das principais bandeiras eleitorais de Bolsonaro, foi o ponto mais mencionado, por 21% dos pesquisados, seguido pela economia (16%) e pela segurança (13%). 

O Ipespe ouviu 1000 pessoas por meio de entrevistas teoefônicas, entre os dias 9 e 11 de dezembro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. 

Leia a pesquisa na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247