Brasil é o segundo país com maior concentração de riqueza no mundo, diz relatório da ONU

No Brasil, 1% dos mais ricos concentram 28,3% da riqueza total do país, ficando apenas atrás do Catar, onde 1% da população concentra 29% da renda nacional. Nesses dois países, uma parcela mínima da população tem quase um terço de toda a riqueza do território em suas mãos

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil é o segundo país com pior distribuição de renda do mundo, de acordo com Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH) da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado nesta segunda-feira (9). 

No Brasil, 1% da população concentra 28,3% da renda nacional, ficando atrás apenas do Catar, onde essa proporção chega a 29%. Isto significa que, tanto no Catar quanto no Brasil, 1% da população é dona de praticamente um terço de todo o dinheiro do país. 

Em terceiro lugar está o Chile, com 23,7% da renda nas mãos de 1% dos chilenos. Vale lembrar que o Chile é citado pelo minsitro da Economia, Paulo Guedes, e demais membros da equipe econômica de Jair Bolsonaro, como exemplo a ser seguido.

O relatório engloba todos os países para os quais a ONU tem disponíveis os dados de 2010 a 2017.

Lista dos 20 países com maior concentração de renda:

RANKING

PAÍS

1% mais ricos

1

Catar

29,0% da renda total

2

Brasil

28,3% da renda total

3

Chile

23,7% da renda total

4

Turquia

23.4% da renda total

5

Líbano

23,4% da renda total

6

Emirados Árabes

22,8% da renda total

7

Iraque

22% da renda total

8

Índia

21,3% da renda total

9

Colômbia

20,5% da renda total

10

Estados Unidos

20,2% da renda total

11

Rússia

20,2% da renda total

12

Tailândia

20,2% da renda total

13

Kuwait

19,9% da renda total

14

Arábia Saudita

19,7% da renda total

15

Omã

19,5% da renda total

16

África do Sul

19,2% da renda total

17

Egito

19,1% da renda total

18

Barein

18,0% da renda total

19

Costa do Marfim

17,1% da renda total

20

Irã

16,3% da renda total

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247