CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Café da manhã com empresário indonésio acusado de desmatamento surpreende governadores

Encontro foi organizado pelo Lide Empresarial, de João Doria, e não estava na agenda oficial do evento, em Nova York

Eldorado, Widjaja, Doria, Temer, Mourão e Eduardo Bolsonaro: todos juntos (Foto: Divulgação | GovSP | Isac Nóbrega/PR | Reuters | Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Por Joaquim de Carvalho, Brasil 247 - O convite para café da manhã de última hora com o controverso empresário indonésio Jackson Widjaja surpreendeu sete governadores que estão em Nova York para participar de um evento do Lide, a empresa do ex-governador João Doria.

O café, que não estava na agenda do evento, foi organizado pelo próprio Doria e também por Michel Temer, que trabalham como consultores da Paper Excellence, a empresa de Widjaja, que dirige o grupo denunciado pelo Greenpeace como um dos maiores desmatadores do mundo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, também foi convidado para o café da manhã. Widjaja já protagonizou cenas exóticas de lobby empresarial, como as fotos tiradas em 2019 com o ex-vice-presidente e atual senador Hamilton Mourão e outra com o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Em ambas, uma tirada em Xangai e outra em Jacarta, eles seguravam cartazes em formato de cheque com valores bilionários. Num caso, a cifra era de 27 bilhões de reais na outra, 34 bilhões. Era a promessa de investimento no Brasil.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A diferença é o que menos importa, já que nenhum centavo da empresa foi investido no País. Desta vez, a promessa a ser apresentada no café da manhã seria de investimento de 16 bilhões de reais.

O custo político de aparecer ao lado de Widjaja é que pode preocupar os governadores, já que a preservação ambiental é um ativo caro aos governadores, e alguns já têm problemas demais nessa área.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

É o caso de Romeu Zema, de Minas Gerais, às voltas com a pressão das mineradoras para explorar a Serra do Curral, dentro de Belo Horizonte. Helder Barbalho, do Pará, outro participante do encontro, quer levar para Belém a COP 30 em 2025, a conferência mundial do clima que tem a chancela da ONU.

Uma foto da reunião com Widjaja prejudica a imagem de qualquer governante que se apresente com a pauta ambiental.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Outros governadores convidados para a reunião com Jackson Widjaja são Ratinho Jr., do Paraná, Wilson Lima, do Amazonas, Mauro Mendes, do Mato Grosso, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, e Renato Casagrande, do Espírito Santo.

A Paper Excellence trava uma disputa judicial com a J&F pelo controle da Eldorado Celulose, sediada em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 


iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO