Câmara conclui votação da redução do ICMS sobre combustíveis e PL vai à sanção

Texto fixa as alíquotas de ICMS sobre combustíveis, energia e serviços de comunicação em 17% e prevê compensação por parte do governo federal para os estados

www.brasil247.com -  Petrobras reajusta em 12% o pre篠da gasolina nas refinarias a partir desta quinta-feira
Petrobras reajusta em 12% o pre篠da gasolina nas refinarias a partir desta quinta-feira (Foto: ABr)


247 - A Câmara dos Deputados concluiu nesta quarta-feira (15) a votação do projeto de lei que fixa um teto de 17% nas alíquotas de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre combustíveis, energia e serviços de comunicação. O texto agora segue para a sanção de Jair Bolsonaro (PL).

As emendas feitas pelos senadores já haviam sido aprovadas pelos deputados federais na terça-feira (14).

>>> Petrobrás tem margem de lucro seis vezes maior do que concorrentes e suga renda dos brasileiros desde o golpe de 2016

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Se sancionado, o PL obrigará estados a aplicarem uma alíquota máxima de 17% sobre os combustíveis. Como uma compensação por parte do governo federal, os governadores receberão descontos em suas dívidas com a União. O desconto só será aplicado caso as perdas de arrecadação ultrapassem 5% ao longo do ano de 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A redução do ICMS, porém, pode não ter impacto positivo real nas bombas. Apesar de o imposto realmente diminuir o preço dos combustíveis, a Petrobrás, com sua política de preços atrelada ao mercado internacional, se vê pressionada a reajustar novamente o preço dos produtos no Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email