Chefe da missão do FMI e ministro da Argentina dizem que reunião foi positiva

"Acredito que foi uma reunião muito produtiva e muito construtiva com o ministro", disse o chefe da missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) na Argentina, Luis Cubeddu

(Foto: Divulgação/FMI)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O chefe da missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) na Argentina, Luis Cubeddu, disse nesta terça-feira que uma reunião com o ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, em Nova York, foi "extremamente positiva".

Em declaração a repórteres ao deixar a reunião, Cubeddu disse que eles estavam começando a "elaborar os próximos passos".

"Acredito que foi uma reunião muito produtiva e muito construtiva com o ministro", disse Cubeddu, acrescentando que a "boa conversa" durou mais de uma hora.

Segundo Guzmán, foi discutida com representantes do FMI a sustentabilidade da dívida e da situação econômica do país.

O ministro argentino afirmou a jornalistas que na segunda-feira se reuniu com um funcionário do Tesouro dos Estados Unidos e na semana que vem tem encontro previsto com a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, na Itália.

O ministro disse que a reunião foi "muito produtiva" e que seguirão trabalhando. "É um processo", afirmou.

Guzmán viajou a Nova York para se reunir com investidores e credores do país, em meio ao processo de reestruturação da dívida do país de 100 bilhões de dólares.

O FMI, maior credor da Argentina, tem um contrato de financiamento de 57 bilhões de dólares com o país sul-americano.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247