China destrona EUA

O pas asitico se tornou a maior potncia industrial do mundo em 2010. um passo decisivo para se tornar a principal economia do planeta

A China deu mais um passo para se tornar a maior economia do mundo, desbancando os Estados Unidos da posição. O IHS Global Insight, um importante centro de estudos estratégicos do mundo, acaba de tirar do forno um estudo em que mostra que a produção industrial da China respondeu por 19,8% da capacidade manufatureira mundial em 2010. Os Estados Unidos ficou com 19,4%. Segundo o instituto, o valor agregado da produção industrial da China atingiu US$ 1,99 trilhão em 2010, contra 1,952 trilhão de dólares para dos Estados Unidos. "A produção industrial americana mostrou uma acentuada recuperação em 2010, com crescimento de 12,6% em valor agregado", afirma o IHS. Entretanto, a expansão da China e a valorização do yuan deram ao país as condições de ultrapassar os Estados Unidos.

Analistas de mercado e economistas preveem que o país asiático se tornará a maior economia do planeta em 2020. Porém, a demora dos Estados Unidos em sair de forma sustentada da recessão, iniciada em 2008, e a contínua expansão econômica da China, com índices de crescimento sempre próximos de 10%, podem abreviar a ultrapassagem em um período mais curto.

Há, no entanto, alguns pontos de interrogação na ascensão chinesa. Um deles é a situação política. Até quando o Partido Comunista manterá o controle absoluto sobre uma sociedade que descobre rapidamente o poder do consumo e se abre cada vez mais para o exterior. Outra questão diz respeito à sustentabilidade. O crescimento acelerado chinês tem provocado enormes estragos ao meio ambiente.

O estudo do IHS mostra, no entanto, que a produtividade continua bem superior nos Estados Unidos: "Com 11,5 milhões de trabalhadores, o setor industrial americano produz quase o mesmo valor registrado pelo setor industrial chinês com 100 milhões de trabalhadores", afirma o relatório.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247