China diz ter encontrado coronavírus em carne bovina comprada do Brasil

A China notificou a presença de vestígios de coronavírus em importações do Brasil, desta vez em embalagens de carne bovina

Processamento de carne bovina em frigorífico em Santana de Parnaíba (SP)
Processamento de carne bovina em frigorífico em Santana de Parnaíba (SP) (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A China notificou a presença de vestígios de coronavírus em importações do Brasil, desta vez em embalagens de carne bovina. Há quase dois meses o governo chinês detectou o vírus em lote de asas de frango brasileiro. A carne foi produzida pelo frigorífico Minerva, o terceiro maior produtor de carne bovina do Brasil, atrás da JBS e da Marfrig. A embaixada do Brasil em Pequim já foi comunicada sobre o caso, de acordo com informações publicadas pela coluna de Lauro Jardim, no O Globo.

Frigoríficos se tornaram focos de propagação da doença em vários lugares do mundo. Segundo estatísticas do Ministério Público do Trabalho (MPT), apenas no Rio Grande do Sul, no Parané e em Santa Catarina havia 11.499 casos de coronavírus até o dia 13 de julho. Casos ocorreram em 104 fábricas de diferentes empresas, com oito mortes de funcionários.

De janeiro a julho, o Brasil exportou 1,1 milhão de toneladas de carne bovina, o que representa um faturamento de US$ 4,7 bilhões. Desse total, 60% vêm da China.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247