China será a principal parceira da Petrobras no pré-sal

A estatal China Petrochemical Corp., conhecida como Sinopec, comunicou que pagar US$ 3,54 bilhes por uma participao de 30% da unidade brasileira da petrolfera Galp Energia

China será a principal parceira da Petrobras no pré-sal
China será a principal parceira da Petrobras no pré-sal (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A estatal China Petrochemical Corp., conhecida como Sinopec, comunicou que pagará US$ 3,54 bilhões por uma participação de 30% na unidade brasileira da gigante petrolífera portuguesa Galp Energia. A transação depende da aprovação do governo chinês, diz o comunicado da Sinopec.

A compra deve fazer da Sinopec a principal parceira da Petrobras no pré-sal, ultrapassando a britânica BG. Os boatos de que a companhia chinesa faria o acordo com a Galp circulavam há algum tempo, mas nos últimos dias ganhou força o rumor de que o fechamento do contrato seria iminente.

Além de ter uma fatia do campo de Lula - hoje com o maior poço produtor do Brasil (27 mil barris por dia) e perspectivas de produzir 1 milhão de barris por dia sozinho no pré-sal - a Galp também possui participação nas concessões de Bem-Te-Vi, Caramba, Jupiter e Iara. A Sinopec adquiriu recentemente 40% dos ativos da espanhola Repsol no Brasil, comprometendo-se a investir cerca de US$ 7 bilhões nas áreas de Carioca, Guará, Abaré Oeste e Iguaçu. A britânica BG participa com porcentuais maiores em quase todas as áreas citadas, incluindo o campo de Lula. Já a Sinopec terá a vantagem de ter parceria direta com a Petrobras - sem a participação da BG - nas áreas de Bem-te-vi e Caramba. (Hélio Barboza e Kelly Lima, com informações da Dow Jones)

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email