China suspende importações de 3 frigoríficos do Brasil com medo de novo surto da Covid-19

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a China "solicitou recentemente informações sobre alguns estabelecimentos brasileiros que exportam para a China e que tiveram notícias divulgadas na imprensa do Brasil sobre casos da COVID-19 entre seus trabalhadores"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou nesta segunda-feira (29) que a China suspendeu importações de três unidades processadoras de carne do Brasil para tentar conter um novo surto da pandemia da COVID-19.

Em comunicado, citado pela agência Reuters, o ministério acrescentou que o órgão chinês responsável pela área (GACC) "solicitou recentemente informações sobre alguns estabelecimentos brasileiros que exportam para a China e que tiveram notícias divulgadas na imprensa do Brasil sobre casos da COVID-19 entre seus trabalhadores".

"Não nos foram apresentados formalmente os motivos das suspensões", disse a pasta.

O ministério não informou quais foram as fábricas afetadas pela medida.

"O Mapa está buscando junto à GACC as razões da suspensão dos três estabelecimentos, e, ao mesmo tempo, iniciou negociações para que as suspensões possam ser levantadas, visando à retomada por parte dessas empresas das exportações para a China", escreveu.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247