Ciro: vou retomar o petróleo que esses canalhas doaram

Num dos trechos da entrevista exclusiva que concedeu ao 247, Ciro Gomes assumiu um compromisso: disse que vai desfazer toda a política de venda de ativos da Petrobras, que vem sendo conduzida por Pedro Parente; "entregaram o petróleo da bacia de Carcará a uma estatal da Noruega, ou seja, ao povo norueguês, pelo preço de uma lata de Coca-Cola", diz Ciro, que se refere aos "entreguistas", como Parente, Michel Temer e Moreira Franco como "canalhas"; "eu não consigo encontrar outra palavra"; Ciro disse ainda que, se eleito em 2018, toda essa política será desfeita – ontem, o Tribunal de Contas da União suspendeu o feirão de Parente, alegando falta de transparência na venda de ativos; assista trecho da entrevista com Ciro

Num dos trechos da entrevista exclusiva que concedeu ao 247, Ciro Gomes assumiu um compromisso: disse que vai desfazer toda a política de venda de ativos da Petrobras, que vem sendo conduzida por Pedro Parente; "entregaram o petróleo da bacia de Carcará a uma estatal da Noruega, ou seja, ao povo norueguês, pelo preço de uma lata de Coca-Cola", diz Ciro, que se refere aos "entreguistas", como Parente, Michel Temer e Moreira Franco como "canalhas"; "eu não consigo encontrar outra palavra"; Ciro disse ainda que, se eleito em 2018, toda essa política será desfeita – ontem, o Tribunal de Contas da União suspendeu o feirão de Parente, alegando falta de transparência na venda de ativos; assista trecho da entrevista com Ciro
Num dos trechos da entrevista exclusiva que concedeu ao 247, Ciro Gomes assumiu um compromisso: disse que vai desfazer toda a política de venda de ativos da Petrobras, que vem sendo conduzida por Pedro Parente; "entregaram o petróleo da bacia de Carcará a uma estatal da Noruega, ou seja, ao povo norueguês, pelo preço de uma lata de Coca-Cola", diz Ciro, que se refere aos "entreguistas", como Parente, Michel Temer e Moreira Franco como "canalhas"; "eu não consigo encontrar outra palavra"; Ciro disse ainda que, se eleito em 2018, toda essa política será desfeita – ontem, o Tribunal de Contas da União suspendeu o feirão de Parente, alegando falta de transparência na venda de ativos; assista trecho da entrevista com Ciro (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Num dos trechos da entrevista exclusiva que concedeu ao 247, Ciro Gomes assumiu um compromisso: disse que vai desfazer toda a política de venda de ativos da Petrobras, que vem sendo conduzida por Pedro Parente.

"Entregaram o petróleo da bacia de Carcará a uma estatal da Noruega, ou seja, ao povo norueguês, pelo preço de uma lata de Coca-Cola", diz Ciro, que se refere aos "entreguistas" Parente, Michel Temer e Moreira Franco como "canalhas".

"Eu não consigo encontrar outra palavra."

Ciro disse ainda que, se eleito em 2018, toda essa política será desfeita – ontem, o Tribunal de Contas da União suspendeu o feirão de Parente, alegando falta de transparência na venda de ativos (leia aqui).

Assista trecho da entrevista com Ciro:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247