Com Brasil anão, Argentina lidera Mercosul em negociações com a Rússia

Argentina e Rússia promoverão as negociações comerciais entre o Mercosul e a União Euroasiática no próximo semestre, revelou o presidente Mauricio Macri em uma entrevista coletiva neste sábado; o protagonismo da Argentina se deve à irrelevância do Brasil desde que o país passou a ser representado por Michel Temer, que usurpou a presidência por meio de um golpe parlamentar

Com Brasil anão, Argentina lidera Mercosul em negociações com a Rússia
Com Brasil anão, Argentina lidera Mercosul em negociações com a Rússia

Da Agência Sputinik – Argentina e Rússia promoverão as negociações comerciais entre o Mercosul e a União Euroasiática no próximo semestre, revelou o presidente Mauricio Macri em uma entrevista coletiva neste sábado.

"No próximo semestre estaremos ao lado da Rússia para darmos um impulso às negociações entre o Mercosul e a União Euroasiática", disse Macri após a reunião realizada em Buenos Aires com o presidente russo Vladimir Putin, no âmbito da cúpula do G20.

O Mercosul (Mercado Comum do Sul) é integrado pela Argentina, Paraguai, Uruguai, Brasil e Venezuela (no momento suspensa).

Macri acrescentou que durante a cúpula do Grupo dos 20 países industrializados e emergentes (G20), Rússia e Argentina avançaram na agenda de científico, tecnológico, nuclear, espacial, cooperação, alimentícia, segurança e defesa.

O líder argentino também disse que os acordos foram assinados nas áreas de saúde, pesca, energia e transporte ferroviário.

"Queremos que nosso comércio bilateral continue a diversificar e expandir para melhorar nossas economias complementares", complementou.

A cúpula do G20, que foi realizada na sexta-feira e no sábado, serviu para discutir a arquitetura do sistema global de comércio e a necessidade de reformar as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

O G20 é constituído por Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, EUA, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, África do Sul, Turquia e União Europeia. A Espanha também participa de suas reuniões como país convidado.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247