Salário mínimo será de R$ 1.040 em 2020, sem aumento real

Pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) que aprovou o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o salário mínimo será fixado em R$ 1.040 em 2020, e ficará sem a correção da inflação. Não se pode, portanto, falar em 'aumento' e, sim, apenas em correção.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) que aprovou o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o salário mínimo será fixado em R$ 1.040 em 2020, e ficará sem a correção da inflação. Não se pode, portanto, falar em 'aumento' e, sim, apenas em correção. 

A reportagem do Portal Uol destaca que "o texto que passou pela CMO ainda precisa ser aprovado em sessão conjunta do Congresso Nacional antes de seguir para a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Para 2021 e 2022, a proposta sugere que o salário mínimo também seja reajustado apenas pela variação do INPC."

A matéria ainda acrescenta que "a proposta de salário mínimo foi feita pela equipe econômica do governo Bolsonaro. Ela representa uma mudança em relação ao modelo de reajuste do mínimo adotado por lei a partir de 2007, nos governos do PT. Ele determinava que a revisão do salário mínimo levasse em conta o resultado do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes mais a inflação do ano anterior, medida pelo INPC. Na prática, essa regra garantia o ganho real do mínimo sempre que houvesse crescimento da economia."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247