Confiança da indústria cai pela sétima vez seguida

ndice retoma nvel de 2009, quando chegou a 103,6 pontos; queda influenciada por piores expectativas dos empresrios para os prximos meses

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil – O Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu pelo sétimo mês seguido. Em julho, o índice diminuiu 2% ante junho, na série com os ajustes sazonais. De um mês para o outro, passou de 107,1 pontos para 105 pontos, atingindo o menor nível desde setembro de 2009, quando chegou a 103,6 pontos.

O ICI de julho foi divulgado nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A queda na confiança da indústria, segundo a FGV, foi influenciada em grande parte pela piora das expectativas dos empresários em relação os próximos meses.

O Índice de Expectativas (IE), um dos componentes do ICI, teve queda de 3,7% em julho ante junho, e ficou em 102,6 pontos. Com isso, pela primeira vez desde agosto de 2009, o IE registrou marca inferior à média histórica do índice, calculado desde 2003 (103 pontos).

A queda no IE foi causada, principalmente, pelas expectativas menos favoráveis para o emprego na indústria. Das 1.174 empresas consultadas pela FGV, 23,7% preveem ampliar o quadro de funcionários. Em junho, 30,2% das empresas consultados esperavam contratar mais.

O Índice de Situação Atual (ISA), outro componente do ICI, também teve queda, de 0,3%, e atingiu 107,4 pontos. Este é o seu menor nível desde outubro de 2009 (105,1 pontos).

De junho para julho, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuni) caiu de 84,3% para 84,1%. O indicador está no seu menor nível desde fevereiro de 2010, quando era 84,0%. Também está 1 ponto percentual abaixo do de julho do ano passado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email