Confiança do consumidor cai ao menor nível

Pesquisa da Fundaçâo Getúlio Vargas (FGV) aponta que a confiança do consumidor brasileiro caiu pelo segundo mês seguido em abril; Índice de Confiança do Consumidor (ICC) caiu 2,7 pontos em abril e foi a 64,4 pontos, menor nível da série histórica

 Consumidores negociam em Brasília produtos da linha branca. O IPI reduzido termina neste fim de semana
Consumidores negociam em Brasília produtos da linha branca. O IPI reduzido termina neste fim de semana (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A confiança do consumidor brasileiro caiu pelo segundo mês seguido em abril, com destaque para a piora das expectativas, e atingiu o menor nível da série histórica, mostrou a Fundação Getulio Vargas nesta terça-feira.

Segundo a FGV, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) caiu 2,7 pontos em abril e foi a 64,4 pontos.

O destaque para o resultado foi o recuo de 3,2 pontos do Índice de Expectativas (IE), pra 65,8 pontos. O Índice da Situação Atual (ISA) também mostrou piora, de 1,6 ponto, para 64,7 pontos, nova mínima histórica.

"O resultado decorre de um cenário econômico e político que parece difícil de ser resolvido rapidamente", disse a coordenadora da sondagem do consumidor da FGV, Viviane Seda Bittencourt, em nota.

O cenário de incerteza na economia brasileira, que enfrenta forte recessão, vem sendo agravado pela perspectiva de troca de governo depois que a Câmara dos Deputados aprovou a continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O Senado agora decide se aceita ou não o processo. Dilma será afastada do cargo se o pedido de impeachment seguir em frente na Casa.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247