Contra a privatização, funcionários da Eletrobras preparam nova greve

Os sindicatos dos trabalhadores do sistema Eletrobras de todo o país estão realizando uma série de assembleias pela aprovação de uma nova greve de 24 horas para o próximo dia 17 de julho contra a privatização da empresa e pela saída do presidente, Wilson Ferreira Jr., do comando da estatal; alerta de greve deverá ser feito no dia 17 e uma outra paralisação deverá acontecer próximo ao dia 26, quando está marcado o leilão de privatização das distribuidoras de energia da estatal

Contra a privatização, funcionários da Eletrobras preparam nova greve
Contra a privatização, funcionários da Eletrobras preparam nova greve (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)

247 - Os sindicatos dos trabalhadores do sistema Eletrobras de todo o país estão realizando uma série de assembleias pela aprovação de uma nova greve de 24 horas para o próximo dia 17 de julho contra a privatização da empresa e pela saída do presidente, Wilson Ferreira Jr., do comando da estatal.

Os funcionários também são contra a ameaça feita pela direção da estatal de que eles terão que devolver as Participações no Lucro e Resultados (PLR) dos anos de 2012 e 2013, que somam cerca de R$ 75 milhões, e a possibilidade da PLR deste exercício não ser paga.

Segundo o Sindicato dos Urbanitários do Distrito Federal, o alerta de greve deverá ser feito no dia 17 e uma outra paralisação deverá acontecer próximo ao dia 26, quando está marcado o leilão de privatização das distribuidoras de energia da estatal.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247