CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Credit ultrapassa Itaú e BTG em fusões e aquisições

Cultura local e estrutura global fazem instituição presidida por José Olympio Pereira liderar setor com US$ 33 bilhões em negócio fechados

Credit ultrapassa Itaú e BTG em fusões e aquisições
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Atuar como organizador de fusões e aquisições entre grandes companhias é um do principais ramos de negócios dos bancos de investimento. A partir do trabalho no apoio a compras e trocas de ações, essas instituições passam a conhecer toda a vida de grandes clientes, normalmente seguindo com eles em muitas outras operações.

Em 2012, assessorando com sucesso 45 negócios entre grandes companhias, totalizando US$ 33 bilhões, o Credit Suisse do CEO José Olympio Pereira ultrapassou em volume de recursos os montante alcançados pelos líderes de 2011, o BTG Pactual e o Itaú BVA. Com um adendo: o Credit vinha da sétima posição e, com operações como a venda da Amil para a americana United Health, a fusão das aéreas Azul e Trip e a compra da CCE pela Lenovo deixou os concorrentes para trás no levantamento da consultoria Dealogic.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Uma das explicações para o sucesso esta no perfil do Credit Suisse brasileiro. Presente no país desde 1990, a instituição comprou o banco Garantia, de Jorge Paulo Lemann, em 1998. Agregou à sua estrutura internacional, assim, uma importante operação local. No ano passado, enquanto o mercado nacional de fusões e aquisições caiu 18% em relação a 2011, o valor dos negócios assessorados pelo banco  cresceu 114%. A intenção, este ano, é seguir acelerando.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO